Diálogo Inconcessível – Duas Mulheres

Diego Rivera - Duas Mulheres

Diego Rivera – Duas Mulheres

– Pensando dessa forma, acho que não existem diferenças gritantes. Pensando em gêneros, por exemplos, não podemos diferenciá-los por questões elementais. Tanto homens quantos mulheres podem ser definidos por água, terra, fogo e ar, até mesmo seguidores da luz ou das sombras. São princípios fundamentais de características. Talvez, o que diferencie, de fato, seres dito opostos seja o atributo que os definem. Homens sentem-se atraídos a desenvolver força e constituição, já as mulheres preferem inteligencia e carisma. Ambos podem ser sábios e ágeis, no entanto, uma mulher forte e vigorosa parece masculinizada e homens inteligentes e belos, afeminados.
– Tá, e dai?
– E dai, meu caro, é que não existem arcanos maiores exclusivos para homens ou mulheres.
– Mas eu perguntei se você comia a da esquerda ou a da direita.
– Hum… a da esquerda é bem mais gostosa.
– Mas olha as mamitchas da direita, da vontade de mamar nela, mais a da esquerda é bem mais atraente.
– Curioso, isso foi um profundo comentário politico.
– Lá vem você com essas veadagens…